QUINTA-FEIRA, 21 DE FEVEREIRO DE 2019
DATA: 06/12/2018 | FONTE: Correio do Estado Filho é condenado por contratar mulher para matar a mãe queimada Rapaz se irritou quando a mãe reclamou do som alto que ele ouvia
Foto: Reprodução / Ilustração gráfica Caribel News

Renato Rosa Gomes, 27 anos, foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão por contratar uma mulher para matar sua própria mãe, após a mesma reclamar do som alto que ele ouvia. Crime aconteceu em 2015, em Maracaju.

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), a vítima era constantemente ameaçada de morte pelo filho e, no dia do crime, ele ficou com raiva após ela reclamar do som e pagou duas porções de droga para Aparecida Farias de Souza, de 31 anos, matar sua mãe.

A mulher contratada ateou fogo na vítima, na presença do acusado, que ainda ficou assistindo a mãe agonizar por meia hora, sem chamar por socorro. Vítima sofreu diversas queimaduras pelo corpo, mas sobreviveu.

Além do filho, condenado por tentativa de homicídio qualificado por motivo torpe, mediante pagamento, emprego de fogo, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, Aparecida também foi condenada a 7 anos e seis meses de prisão por tentativa de homicídio qualificado pela promessa de recompensa, uso de fogo e circunbstâncias que dificultaram a defesa da vítima.

Ambos devem cumprir pena em regime inicial fechado,



21/02/2019 Justiça restringe poder de atuação e Polícia Municipal volta a ser Guarda
21/02/2019 Ninho do Urubu é interditado e Flamengo tem bloqueio de R$ 57 milhões
20/02/2019 Transtornada, adolescente de 16 anos acusada de matar filha pede para amamentar bebê em depoimento
16/02/2019 Projeto de lei Anticrime será apresentado na terça-feira ao Congresso
Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player