SÁBADO, 19 DE JANEIRO DE 2019
DATA: 06/12/2018 | FONTE: campograndenews Blazer usada em atentado a sobrinho de traficante é achada queimada, no PY Utilitário foi encontrado na madrugada desta quinta-feira, na Colônia Cerro Kora’i, área rural de Pedro Juan Caballero
Polícia suspeita que Blazer foi usada por pistoleiros no atentado a sobrinho de Jarvis Pavão (Foto: Candido Figueredo/ABC Color) / Ilustração gráfica Caribel News

Uma Chevrolet Blazer branca, semelhante a um dos carros usados terça-feira (4) no atentado a tiros de fuzil ao sobrinho do narcotraficante Jarvis Gimenez Pavão foi encontrado queimado na madrugada de hoje na zona rural de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

De acordo com policiais paraguaios, a Blazer em uma estrada vicinal numa área de mata da Colônia Cerro Kora’i, nas imediações do Cemitério Alemão de Pedro Juan Caballero.

Para o comissário da Polícia Nacional Teófilo Giménez, a intenção dos pistoleiros ao colocar fogo na caminhonete era acabar com evidências que pudessem identificá-los.

O outro carro usado no atentado a Pedro Gimenez da Luz, 24, o Pedrinho, uma Volkswagen Space Fox, ainda não foi localizado. Os dois carros aparecem em imagens de câmeras de segurança perseguindo a caminhonete de Pedrinho, uma Ford F150 preta. A blindagem do veículo salvou a vida dele e de seus dois seguranças.

Os alvos dos disparos foram principalmente as janelas da cabine da camionete. (Foto: Divulgação)

Os alvos dos disparos foram principalmente as janelas da cabine da camionete. (Foto: Divulgação)

Pelo menos 90 tiros de fuzil AK-47 calibre 7,62 atingiram a F150. Uma criança de 9 anos e uma mulher que passavam pelo local ficaram feridas sem gravidade.

Caminhonete F150 recebeu 90 tiros, mas blindagem salvou vida de sobrinho de traficante (Foto: Direto das Ruas)

Caminhonete F150 recebeu 90 tiros, mas blindagem salvou vida de sobrinho de traficante (Foto: Direto das Ruas)

A policiais paraguaios, Pedrinho teria acusado como mandante do atentado o traficante brasileiro Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, o Minotauro, que tenta assumir o controle do tráfico de drogas e de armas na Linha Internacional.

Segundo a polícia, Minotauro quer eliminar todos os membros da família de Jarvis Pavão para se tornar o novo “patrão” da fronteira, posto vago desde a morte, em junho de 2016, de Jorge Rafaat Toumani.



19/01/2019 'Ninguém esperava por isso', lamenta filha de homem que atirou na ex e pulou no Inferninho
19/01/2019 Após denúncia: Polícia Militar recupera veiculo furtado em Ivinhema
18/01/2019 Atrás das Grades: Polícia Civil prende dois por estupro de adolescente indígena em Corumbá
18/01/2019 "GATO": Homem é preso em flagrante por furto de energia elétrica
Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player