DOMINGO, 15 DE SETEMBRO DE 2019
DATA: 11/06/2019 | FONTE: Douradosnews Instituto ameaça fechar UTI no Hospital da Vida, mas Justiça nega pedido sob pena de multa
Foto: Arquivo/Dourados News / Ilustração gráfica Caribel News

A Intensicare, responsável por 20 leitos de UTI no Hospital da Vida, em Dourados, terá que continuar prestando atendimento no local sob pena de, em caso descumprir a determinação, aplicação de multa diária de R$ 200 até que se chegue a R$ 6 milhões. 

Na semana passada, a empresa ameaçou suspender os atendimentos no local nesta segunda-feira (10/6), alegando falta de repasses financeiros por parte da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados).

O juiz de plantão César de Souza Lima atendeu a solicitação da Fundação contra a paralisação dos atendimentos. 

Na medida, o magistrado destacou que o Instituto de Terapia Intensiva das Américas Ltda - Unidade Dourados – que tem Intensicare como nome fantasia – deve “continuar a prestação dos serviços dos 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva do Hospital da Vida conforme contrato entre as partes, por 60 dias”. 

A empresa alega que os atrasos nos repasses por parte do poder público e em valores de parcelamentos de dívidas anteriores já chegam a R$ 10 milhões, inviabilizando, segundo a direção, a continuidade da prestação de serviços.



13/09/2019 Aquidauana: policiais civis presos por corrupção são libertados e voltam aos cargos
13/09/2019 Correios: TST determina que 70% dos funcionários mantenham atividades
05/09/2019 Justiça adia para outubro decisão sobre jornada dos servidores de MS
05/09/2019 STF: condenado no mensalão, Marcos Valério vai para regime semiaberto
Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player