QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2019
DATA: 14/03/2019 | FONTE: campograndenews Aneel traz oito técnicos para fiscalizar conta de energia no Estado A intenção é avaliar as razões do aumento da conta nos meses de dezembro e janeiro, que geraram várias reclamações
Diretor-geral da Aneel, André Pepitone, trouxe oito técnicos para avaliar a questão as razões do aumento da conta nos meses de dezembro e janeiro (Foto: Pedro França/Agência Senado)

O diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone, veio a Campo Grande participar de evento na Escola de Construção do Senai e trouxe oito técnicos para analisar a questão da conta de luz em Campo Grande. A intenção é avaliar as razões do aumento da fatura nos meses de dezembro e janeiro, que geraram várias reclamações.

 

Antes de ir para o evento, o diretor conversou com os deputados na Assembleia Legislativa sobre o assunto. Segundo Marçal Filho (PSDB), o diretor-presidente contou que o foco da agência para os próximos cinco anos é desonerar a conta de energia, ou seja, tirar várias taxas embutidas no valor final da fatura que banca, por exemplo, programas sociais.

Dessa forma, eventual subsídio de programas sociais que o governo queira fazer terá que ser custeado pelos próprios governantes e não incluso no valor da conta de luz - como é atualmente. Sendo assim o consumidor pagará só o que consome.

Desde o começo do debate sobre o aumento da conta de energia, tanto os deputados estaduais, como os vereadores da Capital, esbarravam na composição dos valores da tarifa, que além dos impostos, tem vários requisitos para formar o valor final. Para sanar estas dúvidas, sentiu-se a necessidade de conversar com representante da Aneel, para que a questão seja debatida.



22/05/2019 Lavrador de 51 anos tem pedra de 1,3 Kg e 18 cm retirada da bexiga
22/05/2019 Flamengo assina TAC para garantir segurança aos atletas da base
21/05/2019 Anúncios on-line de venda são usados para aplicação de golpes
19/05/2019 LULA REVELA ESTAR APAIXONADO E TER PLANOS DE SE CASAR AO SAIR DA PRISÃO
Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player