QUARTA-FEIRA, 26 DE JUNHO DE 2019
DATA: 12/03/2019 | FONTE: campograndenews Arrasador no segundo tempo, Palmeiras faz 3 a 0 no Melgar e dispara na liderança
O volante Felipe Melo, comemorando seu gol que abriu o placar ao lado do atacante Deyverson (Foto: Marcos Riubolli)

Depois de um primeiro sonolento, apesar da vantagem de 1 a 0 no placar, gol do de cabeça do volante Felipe Melo, o Palmeiras voltou arrasador para o segundo tempo, do jeito que a sua torcida pede, fez mais dois gols com os atacantes Ricardo Goulart, também de cabeça, e Deyverson, e venceu o Melgar, do Peru, por 3 a 0, nesta terça-feira(12), no Allianz Parque, em São Paulo, pelo Grupo F da Copa Libertadores de 2019. O jogo teve mais de 30 mil torcedores pagantes.

 

Foi a segunda vitória palmeirense na competição sul-americana. Estreou há uma semana vencendo o Junior Barranquilla, na Colômbia, por 2 a 0, e com o resultado positivo desta noite soma seis pontos e lidera o seu grupo, que além do colombiano Junior Barranquilla e do peruano Melgar ainda tem o San Lorenzo, da Argentina. Em dois jogos, o Palmeiras já fez cinco gols e não sofreu nenhum.

Hoje, em menos 10 minutos do segundo tempo o time brasileiro já havia criado mais oportunidades de gol do que nos 45 minutos iniciais. O meia Ricardo Goulart comandou a reação, puxando os companheiros para as jogadas de ataque com saídas em velocidade, e aos 8 minutos, de cabeça, ele ampliou o placar para 2 a 0. Deyverson recebeu a bola no campo de ataque, tocou para Gustavo Scarpa na ponta-direita realizar a jogada que terminou com a cabeçada certeira de Goulart para o gol.

Logo depois do segundo gol, o Palmeiras quase chegou ao terceiro com Gustavo Scarpa. Ele recebeu a bola no campo de ataque, ganhou do marcador, invadiu a grande área, mas na hora de tirar do goleiro perdeu o domínio da bola, mas teve recuperação na jogada e foi bloqueado na hora da finalização. Goulart estava livre no lado esquerdo da área adversária.

O terceiro gol veio aos 26 minutos com o atacante Deyverson. Suspenso do Campeonato Paulista, multado pela diretoria em R$ 350 mil, por pouco não foi negociado com o futebolchinês, hoje ele voltou ao time do Palmeiras como titular e fez toda a jogada para aplicar o placar para 3 a 0, batendo forte de perna esquerda no canto direito do goleiro do time peruano.

O Palmeiras fez um primeiro tempo com sua marca versão 2019. Foi displicente, sonolento e cheio de erros de passes. Foram poucas as chances de gol que conseguiu construir na etapa inicial. A primeira foi aos 3 minutos com lançamento longo do zagueiro Gustavo Gomez para o atacante Dudu, que invadiu a área e bateu colocado em direção ao canto direito baixo para a defesa do goleiro Cáceda.

A equipe peruana arriscou sua primeira jogada de ataque aos 7 minutos. A defesa palmeirense se atrapalhou na marcação, a bola sobra na entrada da área do Palmeiras e o atacante Cuesta chutou de primeira, de perna esquerda, mas a finalização ganhou a linha de fundo, sem perigo.

O Palmeiras teve seu primeiro escanteio aos 12 minutos. Cobrança de Dudu na segunda trave, Gustavo Gomez quase abriu o placar depois que Ricardo Goulart deu um voleio na bola, mudando sua trajetória para a primeira trave. O zagueiro palmeirense chegou chutando, mas o goleiro Cáceda faz a defesa para o meio da área, sem aproveitamento palestrino e Narváez tirou do perigo com um chutão.

Quando já mostrava sinais de nervosismo em campo, inclusive com algumas bizarrices, como o choque entre Dudu e Bruno Henrique, e o erro de inversão de bola do lateral-esquerdo Victor Luís para o lateral-direito Marcos Rocha, o Palmeiras chegou ao seu gol com volante Felipe Melo aos 24 minutos.

Dudu bateu escanteio pela esquerda em direção a primeira trave, Ricardo Goulart fez o desvio com a famosa casquinha para a segunda trave, e Felipe Melo cabeceou sozinho para abrir o placar. Foi o sexto gol do volante em 98 jogos com a camisa do Palmeiras.

Na sequência o Melgar quase chegou ao empate. Por sorte o atacante Joel Sánchez estava em posição de impedimento ao ajeitar de cabeça para a finalização de Cuesta. O Palmeiras teve chance de ampliar aos 38 minutos, quando Deyverson dominou a bola na entrada da área, invadiu a grande área, livre de marcação, mas finalizou para a linha de fundo.

Na partida desta noite o Palmeiras estreou seu terceiro uniforme para a temporada: camisas azuis com detalhes em branco nas mangas, calções e meias azuis. O novo material homenageia a conquista da Copa Libertadores pelo clube em 1999, quando venceu o Deportivo Cali, da Colômbia, na grande final.

FICHA TÉCNICA:

LOCAL: Allianz Parque (São Paulo)

 

ÁRBITRO: Mário Diaz Vivar (Paraguai).

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gomez, Antonio Carlos e Victor Luís: Felipe Melo (Thiago Santos), Gustavo Henrique e Ricardo Goulart (Hyoran); Gustavo Scarpa, Deyverson (Borja) e Dudu. Técnico: Luiz Felipe Scolari

MELGAR: Cáceda; Fuentes, Christian Ramos, Narvaéz e Carlos Neyra; Arias (Leodo Cossio), Nico Freitas (Romero), Villalba e Joel Sanchéz; Vidales e Cuesta. Técnico: Jorge Poutasso.

 

RENDA: R$ 1.928.255,40 com público pagante de 30.023 torcedores.



25/06/2019 Brasil pega o Paraguai nas quartas de final da Copa América
24/06/2019 Brasil perde para França e dá adeus à Copa do Mundo
21/06/2019 Brasil enfrenta França nas oitavas de final do Mundial Feminino
19/06/2019 Maior artilheira das Copas, Marta celebra feito: 'Dedico às mulheres'
Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player