QUINTA-FEIRA, 21 DE FEVEREIRO DE 2019
DATA: 09/02/2019 | FONTE: G1 Serial killer que confessou ter matado 15 pessoas em MS é condenado mais uma vez; penas somam 67 anos e 8 meses O Ministério Público estima que sejam necessárias mais de 45 audiências para julgar todos os casos do serial killer.
Plenário do Júri onde Nando foi julgado nesta sexta-feira em MS — Foto: TV Morena/Reprodução / Ilustração gráfica Caribel News

Luiz Alves Martins Filho, o Nando, foi condenado nesta sexta-feira (8) em Campo Grande, a 2 anos de prisão por ocultação do cadáver de Ana Cláudia Marques, 37 anos, assassinada em 2016 por asfixia. Pelo homicídio dela, Nando foi inocentado.

Durante o julgamento, ele alegou ser inocente e amigo da vítima. Esse é o único dos 16 assassinatos atribuídos a Nando que o acusado não assume culpa. Diante de relatos e provas, o próprio promotor Douglas Oldegardo Cavalheiro dos Santos, foi quem pediu a absolvição por homicídio do serial killer e do comparsa dele, neste caso, Jean Marlon Dias Domingues, de 22 anos.

Nando atribui o assassinato de Ana a Jader Alves Correa, que ainda será julgado.

Essa é a quarta condenação do serial killer, no total as penas somam 67 anos e 8 meses. Duas condenações foram em 2018. Uma em novembro, pela morte e ocultação de cadáver de Lessandro Valdonado de Souza. E outra em junho por um assassinato ocorrido em 2016. A primeira condenação de Nando foi em 2017, por tráfico de drogas e favorecimento da prostituição e exploração sexual de criança ou adolescente.

 

Crimes

 

Nando foi acusado de ter matado pelo menos 16 pessoas entre os anos de 2012 e 2016. As vítimas eram, em maioria, jovens mulheres envolvidas com consumo de drogas e inseridas em contexto de vulnerabilidade social. O Ministério Público estima que sejam necessárias mais de 45 audiências para julgar todos os casos do serial killer.



21/02/2019 Justiça restringe poder de atuação e Polícia Municipal volta a ser Guarda
21/02/2019 Ninho do Urubu é interditado e Flamengo tem bloqueio de R$ 57 milhões
20/02/2019 Transtornada, adolescente de 16 anos acusada de matar filha pede para amamentar bebê em depoimento
16/02/2019 Projeto de lei Anticrime será apresentado na terça-feira ao Congresso
Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player